O sentido da vida (Debate)

  • Devaster
  • Avatar de Devaster COM_KUNENA_TOPIC_AUTHOR
  • Visitante
  • Visitante
5 anos 2 meses atrás - 5 anos 2 meses atrás #42 por Devaster
COM_KUNENA_MESSAGE_CREATED_NEW
É um dos temas que mais importante me falta, que apesar de todos eles, este é o que me faz alta, e não só a mim, a todos nós!
Encontrei este artigo e queria aqui fazer um debate...

http:/http://dharmalog.com/2013/12/12/5-razoes-que-impedem-pessoas-de-descobrirem-sentido-maior-na-vida

Nesse artigo fala dos 5 pontos que impede uma pessoa de descobrir o sentido para a vida...

"Encontrar seu propósito tem a ver com ouvir essa vontade interior"..."...deveríamos deixar nossa vida falar a nós, e não dizer à vida o que vamos fazer com ela."

É fácil falar ou neste caso, escrever essas coisas "bonitas e inteligentes", mas... Como é que alguém consegue ouvir essa vontade interior? WTF?? Eu cá não oiço nada! :woohoo:

"...Um chamado é apaixonado e compulsivo. Começa com uma curiosidade (“Eu gostaria de tentar isso”) e então se transforma num mandato que você simplesmente não pode mudar. Um chamado não é um caminho fácil, e é por isso que a maioria de nós nunca o conhece. "

WTF??? "Um chamado não é caminho fácil, e é por isso que a maioria de nós nunca o conhece", Na minha perspectiva, se ninguém o conhece significa que na verdade pode nem existir... Certo? (Ás vezes quero acreditar nestas coisas para ver se encontro a solução para meus problemas, mas ás vezes parecem idiotices! Dai criar este topico para no fim de vários debates, chegar mos a uma real conclusão, será mesmo possível encontra-la?)

"...apenas no silêncio de si mesmo é que se descobre a essência da vida, e por mais subjetivo e deconhecido que isso possa parecer para um novato no mundo do silêncio, se não houver isso, não há muito o que fazer a respeito do aprofundamento em si mesmo..."
:blink: :blink:

Eu sempre vivi muito no silêncio e nunca descobri nada dessa essência... :blink: OK Sou um ET :woohoo: :woohoo:

"...Em silêncio, você pode se perguntar como sua vida ou seu trabalho realmente está indo e pausar para esperar a resposta. Em silêncio, você dá tempo para que as informações da sua vida convirjam em algumas lições...."
Teste 1: Minha vida vai uma seca, meu trabalho também uma seca porque não me sinto realizado, e porquê? Então, porque não sei daquilo que gosto nem o que fazer nesta vida!

Chéee já descobri, muito bom isso :angry: :angry:

"...a parte de você que é a mais escura tem a maior quantidade de coisas para lhe ensinar sobre seu propósito...."

A minha parte escura não me diz nada, a não ser coisas deprimentes... :pinch:

"Se descobrir seu propósito é realmente sobre auto-conhecimento, sua escuridão lhe mostra onde você mais precisa crescer. Mais importante ainda, mostra de quem você mais precisa aprender. É das pessoas que você menos gosta que você tem mais a aprender sobre si mesmo. Mas a maioria ignora o lado sombrio. Em vez disso, você busca relacionamentos confortáveis que reforcem as imagens gastas e obsoletas de si mesmo.”

"Se descobrir seu propósito é realmente sobre auto-conhecimento, sua escuridão lhe mostra onde você mais precisa crescer."
Então, se acabei de dizer em cima que a minha parte escura só me diz coisas deprimentes, ao dar ênfase a essa nova frase, significa que tenho que crescer sobre esses pensamentos deprimentes? :woohoo: :woohoo: Crescer em que sentido? :pinch:

"...Para descobrir nosso propósito, temos que estar confortáveis com nossa mente não-lógica. Você deve se acostumar em não ter as respostas. Você deve tolerar a ambiguidade e aceitar as lutas. Deve se permitir sentir – profundamente sentir. Planejar intelectualmente seu caminho em direção a uma vida com propósito não funcionará nunca. Mas isso é pedir demais para a maioria das pessoas. Elas vão negar, despistar, ridicularizar ou simplesmente ignorar. E essa é a razão pela qual a maioria de nós viverá sem saber qual o verdadeiro propósito.”

"...Para descobrir nosso propósito, temos que estar confortáveis com nossa mente não-lógica. Você deve se acostumar em não ter as respostas."
Como descobrir nosso preposito sem ter respostas? WTF :woohoo: :woohoo: :woohoo:
"Deve se permitir sentir – profundamente sentir."
Sentir? Como se sente algo sem ter resposta? :blink: :blink:

"Elas vão negar, despistar, ridicularizar ou simplesmente ignorar.E essa é a razão pela qual a maioria de nós viverá sem saber qual o verdadeiro propósito.”
Ahh então, eu ao andar aqui a responder com algum sarcasmo ou ridicularizar, significa que nunca viverei sem encontrar o verdadeiro preposito? WTF? :woohoo: :woohoo:

Só acho que isto têm explicações que não faz sentido nenhum! :pinch:

"O ser humano é uma manifestação da forças e energias múltiplas, dinâmicas e inteligentes, e reconhecer e viver isso é apenas um dos passos no caminho do auto-conhecimento e do próprio propósito. Não é a toa que várias técnicas terapêuticas levam em conta todo esse compêndio que a vida humana expressa, e é assim que entendem e curam e integram o ser em si mesmo."

Não percebi essa ultima, mas a maneira como está construido o texto pareceu importante! :lol: :lol:
Alguém possa explicar tudo isto?
:woohoo: :woohoo:
Last edit: 5 anos 2 meses atrás by Devaster.

Please Iniciar sessão or Criar uma conta to join the conversation.

  • Devaster
  • Avatar de Devaster COM_KUNENA_TOPIC_AUTHOR
  • Visitante
  • Visitante
5 anos 2 meses atrás - 5 anos 2 meses atrás #43 por Devaster
COM_KUNENA_MESSAGE_REPLIED_NEW
Voltei a pesquisar e li isso:

"O amor é o nosso verdadeiro destino. Não encontramos o sentido da vida sozinhos, e sim com outro. Não descobrimos o segredo de nossas vidas apenas por meio de estudo e de cálculo em nossas meditações isoladas. O sentido de nossa vida é um segredo que nos tem de ser revelado no amor, por aquele que amamos. E, se esse amor for irreal, o segredo não será encontrado, o sentido jamais se revelará, a mensagem jamais será decodificada. No melhor dos casos, receberemos uma mensagem embaralhada e parcial, que nos enganará e confundirá. Só seremos plenamente reais quando nos permitir-nos amar.."

Então será isso?
O sentido da vida é o amor?
E quem não ama ninguém, não encontra o sentido da vida.
Então deve ser isso a causa de não saber o meu sentido da vida porque nunca amei ninguém, nunca apaixonei.me e sempre que tentava encontrar alguém, só tinha azar, ficava frustrado. E também não tenho amigos! Dai sentir aquele vazio, aquela coisa como se falta-se me algo, e deve ser isso, a falta de amor e amizade... Algo que nunca tive desde que nasci. Dai também ter dificuldade em mostrar meus sentimentos...

"...Para descobrir nosso propósito, temos que estar confortáveis com nossa mente não-lógica. Você deve se acostumar em não ter as respostas." "Deve se permitir sentir – profundamente sentir."
OMG Agora já faz sentido!
O amor claro, é algo que se sente, e não tem resposta!

"Se descobrir seu propósito é realmente sobre auto-conhecimento, sua escuridão lhe mostra onde você mais precisa crescer."
"...a parte de você que é a mais escura tem a maior quantidade de coisas para lhe ensinar sobre seu propósito...."
OMG, A escuridão sempre me mostrou o vazio, a dificuldade de mostrar meus sentimentos, é isso, a escuridão sempre me mostrou a onde tenho que crescer... Tenho que crescer no facto de não mostrar meus sentimentos... Ou seja, é esse o meu preposito de vida, encontrar o amor e ser amado.


"Encontrar seu propósito tem a ver com ouvir essa vontade interior"..."...deveríamos deixar nossa vida falar a nós, e não dizer à vida o que vamos fazer com ela."
OMG Agora que penso, sempre foi essa a minha vontade interior, de ser amado e amar alguém, ter amigos, transmitir meus sentimentos...

Minha nossa, descobri tudo depois de ter andado a pesquisar, a ver videos, e comecei a juntar as pesas todas...
Dai o teste do Eneagrama, ser o observador, observo de mais e não liberto meus sentimentos:

COMO POSSO FOMENTAR O MEU DESENVOLVIMENTO PESSOAL:

Permitindo.me ter sentimentos em vez de me desligar e retirar para o interior da minha mente. Reconhecendo que a retirada e a retenção convidam à intrusão. Passando à acção de acordo com a constatação de que disponho de energia e apoio abundantes para concluí-la com sucesso, em consequência praticando a abundância. Descobrindo formas de me empenharem conversas, de me exprimir e de revelar questões pessoais. Praticando não precisar de saber.

O QUE PREJUDICA O MEU DESENVOLVIMENTO PESSOAL:

Minimizar necessidades e desligá-las do fluxo constante da vida. Perder oportunidades de fazer coisas com outros. lsolar-me dos meus sentimentos e nào estabelecer ligações com outras pessoas. Não reconhecer medo e raiva em mim próprio. Sentir relutância em discutir e revelar questões pessoais. Ser excessivamente analítìco. No mais fundo de mim, acreditar que devo proteger-me do esgotamento num mundo que toma de mais e dá de menos.


Agora, agora que de alguma maneira descobri Qual o sentido da vida, qual o meu preposito e o meu Auto-conhecimento, e mesmo sabendo o que devo supostamente fazer... Como o farei? Eu não sei como transmitir meus sentimentos... Como começar?

Saber isto ainda me faz ficar mais triste, porque, e se não tiver realmente capacidade de achar o amor, amizade? E se realmente viver assim, sozinho para o resto da vida?
Sim, isto que estou a sentir é isto que aqui está no Eneagrama:

"Sentimentos fortes, incluindo os meus, em especial o medo. Pessoas ou circunstâncias intrusivas e exigentes. Sentimentos de incapacidade e vazio. No mais fundo de mim, acabar totalmente esgotado ou exaurido e por isso incapaz de lidar com a vida."

"Sentimentos fortes, incluindo os meus, em especial o medo." MEDO, de falhar, certo?
"Sentimentos de incapacidade e vazio." Terei que acreditar que consigo?
"No mais fundo de mim, acabar totalmente esgotado ou exaurido e por isso incapaz de lidar com a vida."... Mas aqui diz exactamente o que me acontece, no fundo de mim, acabo esgotado por não conseguir, por ter medo, e isso depois faz com que não consiga lidar com a vida.

NÃO SEI QUE PENSAR E FAZER AGORA!
Last edit: 5 anos 2 meses atrás by Devaster.

Please Iniciar sessão or Criar uma conta to join the conversation.

  • Devaster
  • Avatar de Devaster COM_KUNENA_TOPIC_AUTHOR
  • Visitante
  • Visitante
5 anos 2 meses atrás #45 por Devaster
COM_KUNENA_MESSAGE_REPLIED_NEW
Depois de mais uns estudo... Cheguei a outra conclusão...
Há tanta gente que encontra o seu amor, tem trabalho que gostam, tem filhos que amam, amigos, etc... E mesmo assim, podem sentir aquele vazio, e mesmo assim não perceber qual o sentido da vida... Dai pergunto, o sentido da vida é na verdade algo diferente para cada pessoa?

Vi o filme Walter Mitty ontem, e foi bastante esclarecer sobre o sentido da vida, e falou sobre o que tinha escrito:
"Deve se permitir sentir – profundamente sentir."

O filme aborda, que o sentido da vida não é ficar parado a pensar em aventuras, o amor da vida, viajar pelos mundos... O sentido da vida, é parar para pensar e agir, chegar perto para sentir realmente as emoções... Se uma pessoa sonha muito ir de viagem a um lugar, e ficar imaginando como seria, ver videos, imagens, e com o tempo começa a sentir-se deprimido e tal... Porque não está a viver, não está a sentir aquilo que lhe falta... Logo essa pessoa se fosse viajar realmente, ter essas aventuras, vai sentir e quando se sente, se sente vivo!

Eu falei que o sentido da vida era o amor, mas na verdade é o sentir as coisas, e o amor faz parte desse grande sentir...
Como disse, só nos sentimos vivos se chegarmos perto ás emoções que existe espalhadas pelo mundo... E eu reparei nisso no meu trabalho: (edito videos): Estava a ver o material de video sobre um campo de ferias a Londres, e vi os jovens a criar amizades, a viver o momento da visita ao pais, sentiram as coisas, quando foi o dia de voltar, libertaram suas tristezas, choraram e abraçaram-se. E ai percebi que a vida só é vida se permitirmos conhecer, libertar emoções, sentir emoções, chegar perto das coisas para sentir e assim tornar isso a nossa existência... É isso que faz sentir-nos vivos... Quem fica parado, trabalhando como um robo, viver fantasiando, fica deprimido porque na verdade, não está vivendo.

Mas, mesmo que eu saiba isso tudo, não tenho como agir, algo em mim continua igual, com os mesmo pensamentos tristes... Mesmo que saiba que preciso ter amigos, amar alguém, ver o mundo... Como faço isso? Se nunca consegui ter amigos desde que nasci, como vou conseguir agora? Se nunca me apaixonei, e nem se apaixonaram por mim, como isso poderia mudar agora?

Nos filmes é sempre facil criar a historia perfeita, criar um amor, tudo tão simples... Logico já foi escrito para assim ser... Mas infelizmente a vida não é escrita por ninguém... É escrita por nós, mas so no exacto momento presente, nunca poderia escrever um futuro... Esse ainda não aconteceu...

Minha dor ás vezes, é sentir que poderei morrer, e nunca ter sentido a vida... Mas também não sei se terei capacidade para mudar a minha maneira de ser, mudar o Observador... Porque a nossa personalidade está inserida em nos mesmo desde que nascemos, claro que sofreu mudanças, mas na infancia e adolescência, o nosso raciocinio é mais fraco que o inconsciente, logo agora, como o raciciocinio é mais forte, difícil é inserir novas mudanças no inconsciente.

Neste momento da minha vida, sinto uma necessidade de sentir-me vivo, de encontrar alguém pra amar, de sentir que tenho alguém que gosta de mim, de sentir que não estou sozinho...
Hoje mesmo vou ao cinema sozinho... ver um filme de fantasia para de novo fugir a realidade...

Acho que de algum modo, nada muda, mesmo que sabemos o auto-conhecimento, o nosso proposito, o sentido da vida... Acho que não é realmente saber que muda as coisas, é sentir... Mas como não as vou sentir, não existe mudança, logo nada importa saber essas coisas... Como uma pessoa pode sentir as coisas se não tem nada para sentir? Como para fazer sentir?Ou nem sequer tem meios para poder sentir?

Please Iniciar sessão or Criar uma conta to join the conversation.

COM_KUNENA_USER_PROFILE_BUTTON_LABEL_MORE
5 anos 1 mês atrás #48 por diogenes
COM_KUNENA_MESSAGE_REPLIED_NEW
Eu não sei qual o sentido da vida mas acho que não há mal em a irmos vivendo enquanto lhe procurámos um sentido. Algures de entre as questões que foste colocando, perfeitamente legítimas e pertinentes, diga-se, houve uma frase que me ficou na retina:

Devaster escreveu: Neste momento da minha vida, sinto uma necessidade de sentir-me vivo, de encontrar alguém pra amar, de sentir que tenho alguém que gosta de mim, de sentir que não estou sozinho...


Se sentes realmente esta necessidade, acho que um bom ponto de partida será começar por satisfazê-la. Ou como diria Paulo Coelho: "Viver é experimentar, e não ficar pensando no sentido da vida."

"Beware that, when fighting monsters, you yourself do not become a monster... for when you gaze long into the abyss. The abyss gazes also into you."

Please Iniciar sessão or Criar uma conta to join the conversation.

  • Devaster
  • Avatar de Devaster COM_KUNENA_TOPIC_AUTHOR
  • Visitante
  • Visitante
5 anos 1 mês atrás - 5 anos 1 mês atrás #49 por Devaster
COM_KUNENA_MESSAGE_REPLIED_NEW
Essa frase não fica na tua retina, mas sim na minha e já há tanto tempo...
E mesmo de alguma forma, tentando, tentando, tentando a todo o custo ser diferente, dar a conhecer, tentar... Nada adiantou, as pessoas simplesmente esquecem se de mim, como se fosse uma sombra que por eles passou e nada significou.
E sendo assim, continuo simplesmente sem sentir a vida, sem amar nem ser amado por ninguém, e sozinho...

E se calhar posso não ter solução,
E sempre fiquei com uma frase de um filme que lembro-me até hoje:

"Existe pessoas que simplesmente não nasceram para ser felizes!"
Last edit: 5 anos 1 mês atrás by Devaster.

Please Iniciar sessão or Criar uma conta to join the conversation.

Tempo para criar a página: 0.618 segundos
Irish gambling website www.cbetting.co.uk Paddy Power super bonus.
Fóruns

module foruns

Artigos

module articles

Ligue-se a nós!

ATENÇÃO Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização . Saiba mais sobre o uso de cookies.

Aceito os cookies deste site.