Personalidade INTP - O Lógico

intp

Os INTPs adoram teorias e acreditam que tudo pode ser analisado e melhorado. Não estão preocupados com o mundo real e as coisas práticas – desde a perspectiva dos INTPs, isto é geralmente menos emocionante do que ideias e atividades intelectuais. Pessoas com este tipo de personalidade não têm dificuldade em perceber padrões que os outros não observam – isto torna-os teóricos e analistas brilhantes. Ainda mais importante, os INTPs são dedicados e imparciais – eles têm a capacidade de se manter imparciais em qualquer situação.

 

Pessoas com o tipo de personalidade INTP são excepcionalmente inteligentes e possuem a mente mais logicamente precisa de todas as personalidades – eles podem facilmente observar a menor das discrepâncias entre duas declarações, não importa quanto tempo tenha passado. Estes traços, combinados com sua capacidade de inventividade e pensamento original, criam uma mistura muito poderosa – não surpreendentemente, os INTPs são responsáveis por muitas descobertas científicas.

Entretanto, este processo de pensamento interminável também faz com que eles pareçam pensativos e distantes. Ainda, INTPs não suportam serviços rotineiros – eles preferem lidar com um problema teórico difícil.

Pessoas com este tipo de personalidade também podem achar bastante difícil explicar os seus pensamentos aos outros, mesmo quando é óbvio que suas teorias não são facilmente compreensíveis. Os INTPs também podem mudar de um tópico para outro antes que seus colegas de trabalho ou parceiros tenham descoberto o que o INTP queria dizer.

Personalidades INTP são geralmente muito tímidas e relutantes quando se trata de conhecer outras pessoas. No entanto, os INTPs também podem ser muito amistosos e confiantes quando interagem com pessoas que conhecem bem ou falam sobre coisas que os interessam. INTPs são flexíveis e relaxados em quase todas as situações, exceto quando suas crenças ou conclusões lógicas são criticadas.

Os INTPs não entendem realmente ou valorizam decisões com base em sentimentos ou opiniões subjectivas. Na sua opinião, a única boa solução é a solução lógica – INTPs não veem sentido em utilizar argumentos emocionais.

Finalmente, os INTPs geralmente preocupam-se muito em cometer erros. Mesmo quando um INTP discute com alguém, isto deve ser visto com um certo cepticismo – no limite, podem estar a discutir com a sua própria mente.

(Aproximadamente 3-4% da população) Os INTPs são solucionadores de problemas conceptuais. São intensamente intelectuais e lógicos, com flashes de inteligência criativa.

Externamente discretos, reservados e distantes, os INTPs são internamente absorvidos pela análise de problemas. São críticos, precisos e cépticos. Tentam encontrar e usar princípios para compreender as suas muitas ideias. Gostam que a conversa seja lógica e determinada e podem argumentar a ponto de fazer distinções subtis apenas por divertimento. Os INTPs são persuadidos apenas pelo raciocínio lógico.

Os INTPs são normalmente pensadores engenhosos e originais. Valorizam a sua própria inteligência, têm um forte impulso para a competência pessoal e são interessados em desafiar as outras pessoas a tornarem-se mais competentes também. Os INTPs estão basicamente interessados em ver possibilidades além do que é presentemente conhecido, aceite ou óbvio. Gostam de desenvolver modelos para aperfeiçoar a forma como as coisas são ou resolver problemas difíceis. Pensam de formas extremamente complexas e são mais capazes de organizar conceitos e ideias do que são capazes de organizar pessoas. Ocasionalmente, as suas ideias são tão complexas que eles têm dificuldade em comunicá-las ou fazer com que os outros as entendam.

Altamente competentes, os INTPs apreciam actividades especulativas e imaginativas. São flexíveis e liberais e estão mais interessados em encontrar soluções criativas e válidas para os problemas do que estão em ver as suas soluções traduzidas em realidade.
Possíveis Aspectos Negativos

Porque os INTPs confiam tão intensamente na sua análise lógica, podem ignorar o que é importante para os outros. Se alguma coisa não é lógica, os INTPs correm o risco de descartá-la, mesmo que isso seja importante para eles. Admitir para si mesmos as coisas com que realmente se importam poderá ajudá-los a manter contacto com os seus sentimentos verdadeiros.

Os INTPs são excelentes em detectar falhas numa ideia, mas são mais reticentes em expressar o seu apreço. Podem ficar paralisados com uma pequena falha numa parte de um plano e impedir que o projecto inteiro seja concluído apenas porque se recusam a aceitar que um detalhe ilógico permaneça junto ao restante. Quando eles dirigem as suas capacidades de pensamento crítico altamente aguçado para as pessoas à sua volta, a sua honestidade crua pode magoar involuntariamente. É preciso que lhes digam isso e eles precisam aprender a perguntar, para melhorar a sua relação emocional com os outros.

Porque os INTPs são tão fascinados com a solução de problemas, tendem a ficar impacientes com detalhes rotineiros e podem perder interesse num projecto e nunca completá-lo se necessitar de muito acompanhamento ou minúcia. Dirigir a sua energia para fora permitirá que eles ganhem suficiente conhecimento prático para tornar as suas ideias aplicáveis e aceitáveis para as outras pessoas.

Os INTPs sentem-se, por vezes, inadequados quando tentam corresponder aos seus altos padrões de perfeição. Aprender a compartilhar esses sentimentos com outra pessoa poderá ajudá-los a obter uma visão mais realista e objectiva de si mesmos.

INTP é um dos tipos menos comuns na população, especialmente em mulheres. Entre as mulheres, INTP é o quarto tipo mais raro. INTPs compõem:

  • 3% da população geral
  • 5% de homens
  • 2% de mulheres

Pontos Fortes de um INTP

  • Ótimo analista e pensador abstrato.
  • Honesto e direto.
  • Objetivo.
  • Imaginativo e original.
  • Mente aberta.
  • Entusiasmado.

Pontos Fracos de um INTP

  • Distraído.
  • Duvida de si mesmo.
  • Insensível.
  • Muito privado e isolado.
  • Pode ser condescendente.
  • Detesta regras e diretrizes.

A arquitetura é a ciência das relações espaciais — organização, estrutura, construção, configuração — e você, desde pequeno, está preocupado com relatividade espacial e com modelagem de sistemas. Mas você não deve ser considerado como unicamente interessado na configuração de espaços tridimensionais, como edifícios, pontes e máquinas, mas sim também como o arquiteto de currículos, de empresas, e de todos os tipos de sistemas teóricos. Em outras palavras, você é uma pessoa cujo objetivo é delinear estruturas sistêmicas e construir modelos estruturais. Você considera o mundo como pouco mais do que matéria-prima a ser remodelada de acordo com a sua concepção, como uma pedra bruta que deve ser lapidada. De fato, em seus anos posteriores (depois de descobrir que a maior parte das pessoas está fingindo compreender as leis da natureza) você tende a considerar-se um organizador superior que deve opor-se à natureza e à sociedade em um esforço interminável para criar organização a partir das matérias-primas da natureza.
Pessoas como você dificilmente são encontradas em locais comuns, ou se encontradas, não são reconhecidas. Para você, o mundo existe essencialmente para ser analisado, entendido e explicado. A realidade externa em si não é importante, mas sim, uma mera arena para verificar a utilidade das ideias. O importante é que as estruturas básicas do universo sejam descobertas e descritas, e que tudo o que for declarado sobre o universo seja declarado corretamente, de maneira coerente e não-redundante. A curiosidade acerca destas estruturas fundamentais é a sua força motriz, e para você pouco se importa se os outros entendem ou aceitam suas ideias. E você aprenderá de qualquer forma que puder. Se o conhecimento puder ser adquirido observando alguém ou praticando alguma ação, então vale a pena; caso contrário, não vale a pena.

Você valoriza inteligência em si mesmo e nas outras pessoas, e parece estar constantemente à procura dos princípios tecnológicos e científicos sobre os quais o mundo real está estruturado. Através de um processo de varredura cognitiva, você limita sua procura apenas às coisas que são relevantes para o assunto em questão, e portanto você parece capaz de se concentrar melhor do que qualquer outra pessoa. Você também pode se tornar obcecado por análises. Uma vez apanhado em uma reflexão, este processo parece ter uma vontade própria, e você persiste até compreender o problema em toda a sua complexidade. Além disso, uma vez que você sabe alguma coisa, você lembra. Com seu grandioso desejo de compreender as leis do universo, você pode se tornar um pouco arrogante e às vezes pode se mostrar impaciente com pessoas menos dotadas de capacidades como as suas, ou menos auto-motivadas. Infelizmente, seu orgulho por sua engenhosidade pode às vezes gerar hostilidade e atitudes defensivas por parte das outras pessoas.

Pessoas como você apresentam uma maior precisão no pensamento e na linguagem do que todos os outros Tipos de Personalidade. Você tende a perceber distinções e inconsistências no raciocínio e na linguagem instantaneamente, e é capaz de detectar contradições em afirmações independentemente de quando ou onde as afirmações tenham sido feitas. Apenas frases que sejam coerentes têm sua consideração, e portanto a autoridade conferida por um cargo, credencial, ou fama não lhe impressionam. Você é devastador em debates ou em qualquer forma de discussão; sua habilidade em análise diferencial lhe confere uma enorme vantagem, levando à destruição dos argumentos de seus oponentes e ao reforço de seus próprios argumentos. Você considera todas as discussões como uma busca por compreensão e acredita que a sua função é eliminar inconsistências, independente de quem seja responsável por elas. É difícil para você ouvir absurdos, mesmo em uma conversa informal, sem apontar o erro de quem os proferiu, e isso torna a comunicação com você uma experiência desconfortável para muitos.

Você é a pessoa versada em lógica, o matemático, o tecnólogo, o cientista — aquela pessoa determinada a qualquer exercício que exija arquitetônica, análise de sistemas, ou concepção estrutural. Porém atente-se, que arquitetar não é o mesmo que buscar moldar matéria em formas harmônicas, mas o processo mais abstrato de delinear modelos. Para você, o modelo é o que importa, seja um modelo de duas, três ou quatro dimensões.


Embora relacionamentos afetivos e namoros sejam inerentemente difíceis para os INTPs, pessoas com este tipo de personalidade levam-nos muito a sério. O principal problema que os INTPs tendem a enfrentar nesta área é que eles não são indivíduos naturalmente sensíveis ou emocionais. Consequentemente, entender os sentimentos de outra pessoa e expressar os seus próprios não é algo que um INTP consiga fazer bem.

Além disso, INTPs abominam ser o centro de situações carregadas de emoção. Como os conflitos interpessoais são virtualmente inevitáveis, até mesmo nos relacionamentos amorosos mais felizes, os INTPs podem achar tais situações bastante frustrantes e por conseguinte, tentar evitar ou ignorar conflitos emocionais no seu relacionamento, especialmente durante a fase do namoro. Se não houver saída, o INTP irá tentar encontrar uma solução que tenha uma abordagem analítica, o que pode ser bem diferente do que seus parceiros [especialmente se eles pertencerem a um dos tipos do grupo Sentimental (F)] poderiam esperar. Personalidades INTP devem tentar incluir isto em seu processo de raciocínio, especialmente quando se trata de lidar com conflitos nas fases iniciais do relacionamento.

Tais pontos fracos à parte, personalidades INTP tendem a ser parceiros muito leais e fiéis. Os INTPs também são geralmente diretos e honestos, mesmo que eles apenas tenham começado a sair com alguém. Pessoas com este tipo de personalidade cumprem sempre os seus compromissos e são realmente fáceis de namorar e conviver – elas têm necessidades diárias simples e não exigem muito de seus parceiros.

No entanto, apesar da busca pela simplicidade nos seus relacionamentos amorosos, não falta paixão ou sentimentos românticos aos INTPs. Pelo contrário, pessoas com personalidade do tipo INTP tendem a ser indivíduos extremamente criativos cuja imaginação vívida permite que eles sempre permaneçam entusiasmados e apaixonados nos relacionamentos afetivos. Qualquer um que namore um INTP pode ficar bem surpreso com isso algumas vezes.

As necessidades diárias e simples dos INTPs são completamente opostas ao seu mundo interior, que tende a ser muito complexo e colorido. No entanto, há uma certa lógica por trás disto: INTPs buscam intencionalmente a simplicidade da vida "real" para que eles concentrem todo o seu poder mental no seu mundo interior.

Pessoas com personalidade do tipo INTP tendem a usar a sua rica imaginação para obter o máximo possível de situações íntimas. Enquanto o seu entusiasmo pode ser bastante impressionante, os INTPs devem estar conscientes da sua tendência em priorizar o seu mundo interior. É totalmente possível que um INTP imagine uma situação íntima de uma forma bastante excitante e interessante, mas irão optar por não revelar isso ao seu parceiro amoroso.

Outra questão em potencial, é que alguém com a personalidade do tipo INTP deve tentar resolver é a sua tendência a negligenciar as necessidades emocionais dos seus parceiros. Conforme o mencionado anteriormente, os INTPs não são naturalmente sensíveis ou emocionais, mas o seu parceiro pode ter uma personalidade muito diferente. É importante para um INTP tentar entender seus sentimentos e se comunicar em um nível emocional, ao invés de simplesmente confiar em empenho e dedicação e acreditar que isto é tudo o necessário. É claro, o seu parceiro também deve estar ciente sobre as características e evasivas da personalidade do tipo INTP, e tentar não exigir um fluxo constante de emoções do INTP.

Parceiros ideais: Tipos ENTJ e ENFJ, já que suas características de Extroversão (E) e Julgamento (J) compensam as características de Introversão (I) e Percepção (P) dos INTPs.


O que segue é uma lista dos elementos mais importantes para a satisfação profissional do INTP. Note que esses dez elementos podem apresentar-se em variados graus de intensidade e ordem de importância. Os dez elementos, no entanto, identificam o que os INTPs necessitam para estar satisfeitos profissionalmente.

Como um INTP, a satisfação na carreira significa fazer um trabalho que:

  • Permita-me desenvolver, analisar e criticar novas ideias
  • Permita-me concentrar a minha atenção e energia num processo criativo, teórico e lógico em vez de num produto final
  • Seja desafiador e lide com problemas complexos, onde eu seja capaz de tentar abordagens não convencionais e assumir riscos para encontrar a melhor solução
  • Permita-me trabalhar independentemente com bastante tempo sozinho para concentrar e completar o meu processo de pensamento
  • Permita-me estabelecer e manter os meus próprios padrões elevados para com o meu trabalho e determinar como o meu desempenho será avaliado e recompensado
  • Seja feito num ambiente flexível e não estruturado, sem regras inúteis, limitações excessivas ou reuniões desnecessárias
  • Permita-me interagir com um pequeno grupo de amigos e outros colegas altamente estimados, a quem respeito
  • Dê-me a oportunidade para constantemente aumentar a minha própria competência e poder pessoais e permita-me encontrar e interagir com outras pessoas influentes e bem sucedidas
  • Permita-me desenvolver planos e ideias engenhosas e deixe que eu delegue a implementação e conclusão a uma equipa eficiente de apoio
  • Não requeira que eu gaste tempo directamente a organizar outras pessoas, a supervisionar ou mediando diferenças interpessoais

Pontos fortes e fracos relacionados com o trabalho dos INTPs incluem:

PONTOS FORTES

  • Capazes de analisar problemas com grande compreensão
  • Arquitectos de sistemas e ideias criativas
  • Apreciam situações onde tenham a oportunidade de aprender e dominar novas competências e conhecimentos
  • Capazes de trabalhar sozinhos e concentrarem-se bem
  • Bons em planeamento de longo prazo

PONTOS FRACOS

  • Podem ser irrealistas acerca da aplicação de suas ideias
  • As suas ideias podem ser muito complexas para que os outros as compreendam
  • Podem perder interesse e não se aplicarem até à conclusão
  • Têm pouca tolerância para com a redundância ou trabalhos detalhados
  • Podem ser insensíveis aos sentimentos dos outros, críticos e exigentes

Ocupações Populares para INTPs

Ao listar ocupações que são populares entre INTPs, é importante notar que existem pessoas bem sucedidas de todos os tipos em todas as ocupações. Entretanto, o que segue são carreiras que INTPs podem achar particularmente satisfatórias. Esta não é, de forma alguma, uma lista completa, mas é apresentada aqui para sugerir possibilidades que você pode não ter previamente considerado. A lista a seguir não é apresentada pela ordem de importância e/ou preferência.

  • Responsável de planeamento estratégico
  • Escritor
  • Coordenador pedagógico
  • Advogado
  • Arquitecto
  • Engenheiro de software
  • Analista financeiro
  • Professor de ensino superior
  • Artista
  • Programador de computador
  • Médico neurologista
  • Analista de sistema computacional
  • Físico
  • Administrador de banco de dados
  • Químico
  • Biólogo
  • Psicólogo
  • Cientista: química/biologia
  • Psiquiatra
  • Economista
  • Arqueólogo
  • Matemático
  • Tradutor/Intérprete

Nós já abordamos a descrição do tipo, relacionamentos, paternidade, etc., vamos discutir agora como as pessoas com personalidade do tipo INTP se comportam no ambiente de trabalho. Este artigo foi dividido em três seções: Colegas INTP, gerentes INTP e subordinados INTP.

Mesmo que o leitor não seja um INTP, esta informação poderá ser útil caso encontre alguém com este tipo de personalidade no trabalho. É geralmente fácil reconhecer um INTP, mas se ainda tem dúvidas sobre seu colega de trabalho ou gerente, veja se as características listadas abaixo fazem sentido.

Colegas do tipo INTP

  • Intuitivos e não tendenciosos – os INTPs esquivam-se do "diz que disse", mas são capazes de decifrar os motivos subjacentes com muita facilidade.
  • Relutantes em socializar e conversar, mas gostam de discutir ideias teóricas com colegas de trabalho que eles considerem iguais a eles
  • Cautelosos e desconfiados das motivações das outras pessoas
  • Preferem trabalhar sozinhos e não gostam de compartilhar ideias com colegas que não foram "testados"
  • Sentem-se desconfortáveis em expressar as emoções ou estar ao redor de pessoas que as expressam – os INTPs não sabem mesmo o que devem fazer em tais situações.
  • Apreciam a resolução de enigmas e perceber padrões

Gerentes do tipo INTP

  • Têm padrões muito altos, especialmente para si mesmos
  • Não gostam de explicar suas ideias e esperam que os subordinados sejam tão intuitivos quanto eles
  • Muito tolerantes e flexíveis
  • Abertos a sugestões, desde que sejam lógicas
  • Detestam, secretamente, gerenciar outras pessoas
  • Percebem discrepâncias com facilidade
  • Detestam "engraxadores" e resistem fortemente a todas as formas de manipulação emocional

Subordinados do tipo INTP

  • Muito inovadores, originais e engenhosos, mas exigem muita liberdade em retorno
  • Não se importam muito em serem estimados e não se preocupam muito com a segurança de seu emprego comparado com os outros tipos de personalidade – estas noções não têm muito valor para os INTPs.
  • Detestam serviço rotineiro e a implementação de ideias, preferem focar sua energia na geração de novas ideias.
  • Precisam estar acompanhados de um "implementador" [preferivelmente alguém com o tipo de personalidade Observadora (S)] que possa por suas ideias em prática; isto pode levar algum tempo e uma administração inteligente, entretanto – tais coisas não podem ser impostas a um INTP.
  • Resistente a críticas, mas não irão entender argumentos emocionais
  • "Lobos solitários" típicos – os INTPs funcionam melhor quando são deixados sozinhos.

 Howard Roark (Gary Cooper) em Vontade Indómita